Receita de nhoque de abóbora e batata doce com molho gorgonzola

Receita fácil com explicação dos passos para preparar um delicioso nhoque de abóbora

Receita fácil com explicação dos passos para preparar um delicioso nhoque de abóbora e batata doce com molho de gorgonzola. O nhoque (gnocchi em italiano) é um tipo de massa italiana que, além de farinha e ovo, é feito com polpa de batata ou até mesmo outro tipo de tubérculo ou vegetal.

O ponto forte deste tipo de massa é que, por conter uma menor proporção de farinha, é muito mais leve e macia e sua natureza permite que seja preparada como prato principal acompanhado apenas de um molho, predominantemente gordurosos à base de lácteos.

Para esta receita vamos adicionar polpa de batata-doce e abóbora à massa de nhoque, o que lhes dará uma aparência muito colorida e marcante e um sabor delicioso. Vamos acompanhá-los com um rico molho de queijo gorgonzola que com um ingrediente fácil: a tapioca.

Ingredientes

Para o nhoque de abóbora e batata doce

  • 1 batata doce média, cerca de 300 g aproximadamente
  • Abóbora assada, 300g (resulta de assar cerca de duas vezes a quantidade, cerca de 600g)
  • Batata desidratada, 100 g
  • Farinha, 70-90g
  • 1/2 ovo batido
  • Manteiga
  • Salvia
  • Cebolinha picada
  • Sal e pimenta
  • Algumas gotas de azeite extra virgem

Para o molho gorgonzola

  • Queijo gorgonzola (doce ou picante), 125 g
  • 1 alho-poró
  • Tapioca, 20g
  • Leite integral, 200ml
  • Caldo de carne, 200 ml
  • Azeite

Modo de preparo do nhoque de abóbora e batata doce com molho gorgonzola:

Para cozinhar tanto a batata-doce como a abóbora, optaremos por assar os dois ingredientes. Para assar a abóbora, descascamos, retiramos as sementes e cortamos em quadrados não muito grandes. Coloque a abóbora picada num tabuleiro e leve ao forno durante uma hora a 200º C.

Para assar a batata-doce, é melhor fazê-la inteira e com a casca, o que ajudará a proteger a polpa e garantirá um cozimento muito suave e bem amanteigado. Para fazer isso, limpamos a batata-doce bem debaixo da torneira e a colocamos em um pedaço de papel alumínio.

Adicione uma pitada de sal e algumas gotas de óleo e feche com papel alumínio, para que a batata-doce fique completamente coberta. Asse juntamente com a abóbora, também durante uma hora a cerca de 200º C. Deixe arrefecer a batata-doce assada e a abóbora até ficarem à temperatura ambiente.

Descasque a batata-doce e pique-a. Passamos tanto a batata-doce como a abóbora pelo moinho de alimentos, até obter uma pasta de laranja com a polpa cozida de ambos os ingredientes. Se queremos que o resultado seja perfeito, devemos seguir o mesmo processo que fazemos ao preparar o purê de batata cremoso.

Com a polpa já passada pelo moinho de alimentos, passamos por uma peneira fina pressionando com as mãos para garantir que a pasta fique ainda mais fina, lisa e uniforme. Por fim, vamos secar ainda mais este puré, cozinhando-o em lume muito brando durante alguns minutos enquanto mexemos, até perder a pouca água que ainda pode conter.

Depois de seco, reserve e deixe esfriar. Escalfe o alho-poró picado em cubinhos em manteiga. Em seguida, adicione o caldo de carne e o leite. Assim que começar a ferver, adicione a tapioca e deixe ferver por 7-10 minutos. Assim que a tapioca estiver cozida, retire do fogo, adicione o gorgonzola e mexa até o queijo derreter completamente. Por fim, trituramos e retificamos para deixá-lo pronto.

Fazendo o nhoque

Em um recipiente grande ou no balcão, faremos um pequeno vulcão com a polpa da batata-doce e da abóbora, fazendo um pequeno buraco no centro que conterá o ovo batido. À volta da polpa distribuímos a batata desidratada. Acrescentamos também algumas colheres de farinha, reservando o restante para acrescentar conforme a própria massa do nhoque nos pede.

Misture com uma colher de pau ou similar até que todos os ingredientes estejam perfeitamente misturados e adicione mais farinha aos poucos. Continuaremos adicionando farinha e juntando com as mãos até que a massa não grude, o que indicará que a massa de nhoque já está firme o suficiente para poder moldá-los.

Polvilhe a superfície de trabalho com farinha e separe a massa em duas ou três vezes. Esticamos a massa formando um churro alongado e regular com as duas mãos, movendo-se da frente para trás e vice-versa, com as palmas das mãos voltadas para baixo. Esticamos até que o rolo tenha um diâmetro de cerca de 8 mm.

Corte a massa em pequenos cubos com cerca de 3 cm de comprimento e, com a ajuda da mão, arredonde ligeiramente as pontas. Podemos dar aos nossos nhoques todos os tipos de formas para que tenham uma aparência mais colorida e original. O mais simples é desenhar algumas estrias em seu contorno com a ajuda de um garfo.

Cozinhe o nhoque por alguns minutos. O bom do nhoque é que eles avisam quando estão cozidos: ficam submersos no início até serem cozidos e emergem para fora, flutuando na superfície. Embora o nhoque seja uma massa com características únicas, ela deve ser cozida seguindo estas pequenas dicas essenciais para cozinhar todas as massas como mandam os cânones:

Escorra o nhoque cozido, reservando um pouco da água do cozimento caso precisemos. Em uma frigideira, aqueça um pouco de manteiga até que ganhe cor. Adicione os nhoques à manteiga de avelã e refogue-os por alguns instantes junto com algumas folhas de sálvia picadas.

Por fim, adicione o molho gorgonzola e deixe o nhoque de molho em fogo baixo por 1-2 minutos. Servimos o nhoque de abóbora e batata-doce com o molho de queijo gorgonzola, pimenta moída e cebolinha picada por cima e algumas gotas de azeite extra virgem cru.

Notícias em destaque
Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação